Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Regularização fundiária no interior começa pela comunidade do Limoeiro

Data de inclusão: 10/12/2018 18:03

A regularização fundiária no Limoeiro mobilizou 80 moradores para se inscrever no Programa Lar Legal. A reunião definiu as seis áreas que serão contempladas pelo projeto. As inscrições serão de 10 de dezembro até o dia 21, das 11h às 17h, na Capela Perpétuo Socorro.

Serão seis áreas beneficiadas neste momento, entre as ruas estão: Mineral, Eduardo Silva, Américo Assis Angioletti, Maria Dognini, Júlia Vieira da Rocha, Vilson José Martins, Anselmo Knihs, Manoel Dario Custódio, Perpetua Farias Knihs e Francisco Jacob Knihs.

A reunião, organizada pela Secretaria de Agricultura e Expansão Urbana e pelo Tribunal de Justiça por meio da empresa Ragserv, foi na quinta-feira (06). Durante o encontro foi apresentado o objetivo e histórico do programa, fruto da cooperação do município com o TJSC. Durante a reunião foi esclarecido a quem se destina; quais áreas serão atendidas inicialmente; e a listagem dos documentos necessários para inscrição.

“Estamos na etapa de prestar esclarecimentos e coletar a documentação necessária que compõe os processos que serão ajuizados. Do dia 10 até o dia 21, moradores do Limoeiro poderão se cadastrar no programa e dar entrada ao processo. A execução do programa garantirá a cidadania de inúmeras famílias, que há anos sonham com a titularidade do seu imóvel”, ressalta a secretária-adjunta da Secretaria de Agricultura e Expansão Urbana, Flávia Cristina Faita Sehn. 

Entenda o programa Lar Legal

O Lar Legal é um programa de regularização fundiária, criado em 2008 pelo TJSC e desenvolvido em parceria com governo estadual, Ministério Público (MPSC), Assembleia Legislativa e prefeituras, para a legalização de áreas urbanas ocupadas por famílias em situação de vulnerabilidade social.

Trata-se de um processo de intervenção pública, que tem por objetivo legalizar as áreas urbanas ocupadas em desconformidade com a legislação ambiental, urbanística, civil e registral (loteamentos irregulares e clandestinos), cujos moradores não possuam o reconhecimento formal de sua posse (títulos de propriedade emitidos pelo cartório de registro de imóveis).

O objetivo é garantir escritura pública para famílias regularizarem a posse dos imóveis. A parceria não onera o poder público, visto que o papel do Município de Itajaí é de cooperar como intermediador do processo entre os proprietários e o Tribunal de Justiça, através da Secretaria de Agricultura e Expansão Urbana no interior. Para o judiciário caberá agilizar o processo de forma legal e os custos do processo serão facilitados para que os proprietários possam pagar em até 25 parcelas com juros reduzidos. 
_________________________
Informações adicionais:

Centro Administrativo
3241-2837 / 3346-5227

Imagens relacionadas

Regularização fundiária no interior começa pela comunidade do Limoeiro
Regularização fundiária no interior começa pela comunidade do Limoeiro
Regularização fundiária no interior começa pela comunidade do Limoeiro
Regularização fundiária no interior começa pela comunidade do Limoeiro
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2019 - Município de Itajaí