Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
24,61 ° C

Notícias

Nova draga chega para apoiar operação de aumento do calado no Porto de Itajaí

Equipamento com 77 metros de comprimento e capacidade para 2800 metros cúbicos atuará em conjunto com a draga chinesa Xin Hai Niu
Data de inclusão: 03/08/2017 16:40

Aportou em Itajaí, nesta terça-feira, a draga Elbe, que vai contribuir com os esforços de dragagem do canal do porto. Fabricada na Holanda, em 2010, seu peso é de 2472 toneladas tendo capacidade para suportar 3341 de tonelagem bruta. Possui 77.15 metros de comprimento por 15 metros de largura e capacidade de transportar até 2800 metros cúbicos. O equipamento está em atividade há sete anos e seu último trabalho de dragagem estava sendo realizado no Porto de Paranaguá, Estado do Paraná.

Desde que a Draga Chinesa Xin Hai Niu chegou ao complexo portuário, em 24 de abril, as operações de dragagem acontecem diariamente. Agora com a chegada da draga Elbe, o objetivo principal é fazer com que possam ser realizadas dragagens nos berços de atracação e em outros pontos de menor acesso, onde a draga chinesa não consegue proximidade devido ao seu tamanho.

Em conjunto, as duas dragas estão desassoreando o canal do Rio Itajaí-Açu para restabelecer a profundidade de 14 metros prejudicada nos meses de setembro e outubro de 2015 devido às fortes chuvas ocorridas naquele período. A dragagem ocorrerá dentro deste segundo semestre e está orçada em R$ 38.811.334,37, em recursos liberados em janeiro pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

As dragas chinesa e holandesa são de propriedade da empesa chinesa C Shangai Dredging Co. Ltda e no Brasil são representadas pela SDC do Brasil Serviços Marítimos Ltda. A empresa das duas dragas foi contratada pela DTA ENGENHARIA, ao qual é a empresa contratada mediante contrato firmado com o Governo Federal e vencedora do processo licitatório para os trabalhos operacionais do restabelecimento da cota de 14 metros de profundidade. “Faz parte no objeto contrato, entre a DTA Engenharia, Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Superintendência do Porto de Itajaí, a mobilização deste segundo equipamento para a realização dos trabalhos de dragagem e consequentemente restabelecer os 14 metros de profundidade em todo o canal”, destacou o diretor técnico da Superintendência do Porto de Itajaí, André Pimentel.

Com a dragagem em andamento, cerca de 4 milhões de metros cúbicos de sedimentos serão retirados nos canais externo e interno e despejados (Bota Fora) a uma distância de cinco milhas náuticas, equivalente a 10 quilômetros de distância do canal da barra.

Os trabalhos afetam diretamente a atracação de navios no Complexo Portuário de Itajaí ao possibilitar que os navios que aqui já atracam transportem maior volume de cargas além da atracação de navios maiores. A obra também beneficia na prevenção de cheias, já que o Rio Itajaí-Açu é o responsável pela vazão das águas em toda bacia.
____________________________

Informações adicionais:
Porto de Itajaí
Luciano Sens (Assessor de Comunicação)
(47) 3341-8067
 

Imagens relacionadas

Nova draga chega para apoiar operação de aumento do calado no Porto de Itajaí
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2017 - Município de Itajaí