Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC

Familiares de muitos atletas estão em Itajaí para torcer e apoiar as delegações
Data de inclusão: 21/11/2014 23:06

Um público cativo nas competições dos Jogos Abertos são as famílias. Elas vêm de toda a parte do Estado torcer por seus atletas. Os parentes vestem a camisa e lotam não só ginásios, mas hotéis da cidade-sede. Não dispensam tempo nem motivação para estar ao lado do familiar. Impulsionam, jogam junto e até ajudam a erguer o troféu.

Foi o que aconteceu na semifinal do vôlei feminino entre Itajaí e Rio do Sul, disputada na noite desta sexta-feira (21), no Ginásio do Colégio São José. Familiares vibraram até o final com seus parentes em quadra. Grande parte da torcida era de Itajaí, mas a experiente equipe de Joinville levou a melhor, vencendo por 3 sets x 0.

Elas estão lá, para todo lado que se olhe, há uma mãe ou um pai gritando, vibrando, pulando, sorrindo ou até mesmo chorando. É o caso de Eunice Grassmann Stiz, moradora de Timbó, torceu durante todo o jogo pela filha, atleta de Itajaí, Emili Adriana Stiz . A empresária, que quase ficou rouca, diz que torcida de mãe é diferente. “Quando minha filha ouve minha voz, parece que ela joga com mais vontade, parece que ela cresce em quadra”, enaltece Eunice.

Se os atletas dão um show dentro de quadras, as famílias dão um show fora delas. Fernanda Barreto, de Joinville, também trouxe toda a família para torcer pela cunhada, que joga no time de Rio do Sul, “A força dela fica maior com a gente aqui, estamos com ela para vitória e para derrota”, declara Fernanda. Marli veio da cidade vizinha Brusque torcer por suas duas filhas Flávia e Fernanda Kuhenbleker, do time de Rio do Sul. “Hoje senti orgulho das minhas filhas, jogaram com garra, disposição foram verdadeiras campeãs”.

Essa é a magia que envolve os Jogos Abertos, não só os atletas que estão em quadra sentem toda a emoção das jogadas, mas também os torcedores, dirigentes, técnicos e principalmente, pais e parentes que vêm acompanhando a história dos atletas, seus 'meninos e meninas', desde o início.

O jogo desta setxa feira ficou assim: a forte equipe de Rio do Sul, que disputa a Liga Nacional por quatro anos consecutivos agora tem vaga garantida para a final contra Chapecó, às 16 horas. Já a equipe de Itajaí vai em busca do bronze jogando contra Blumenau, às 14 horas. Os confrontos serão disputados no Ginásio do Colégio São José. 

 

Informações adicionais:

CCO 54º JASC

Imprensa Fesporte: (47) 3348-1384

Secom Itajaí: (47) 3348-6677

Fotos:

Flickr da Prefeitura de Itajaí: https://www.flickr.com/photos/secomitajai/sets/

Flickr da Fesporte / JASC 2014: https://www.flickr.com/photos/jasc2014  

Sites:

Fesporte: www.fesporte.sc.gov.br

JASC 2014: www.jasc2014itajai.com.br 

 

Fabrício Marinho – Superintendente da FMEL
Telefone: (47) 9928-3553

Alvaro Provesi - Presidente da CCO Local
Telefone: 9965-0807

José Hiram – Dir. de Esporte de Rendimento da FMEL Itajaí
Telefone: (47) 9987-4109 

Imagens relacionadas

Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Motivadas, famílias impulsionam atletas nos JASC
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2022 - Município de Itajaí